Como ajudar ao próximo? Faça Valer!

“Daqui pra frente eu vou fazer história, quem não entende pode ir embora. Sonho em ser mais feliz, sou um eterno aprendiz.”  Faça Valer – Scracho

 

Junho de 2011 – éramos três amigos e o mesmo questionamento: “Tanta gente precisando né? Mas eu, assim… sem muito recursos… como ajudar ao próximo? Onde posso ir? Ajudar a quem?”. A gente sempre se perguntava isso e nunca tinha uma resposta. Então, numa mesa de bar, surgiu a ideia de começar a dar resposta a essas perguntas com atitudes e ações. Daí nasceu o Projeto Faça Valer.

E fizemos. Unimos força a outros amigos que faziam essas mesmas perguntas e colocamos de fato a mão na massa. Asilo, orfanato. Visitamos, arrecadamos, abraçamos desconhecidos na rua. E quanto mais a gente perguntava, mais a gente encontrava pessoas de bem, dispostas a fazer o bem. Ah, nós escrevíamos também. Em um site assim, como esse. Falamos sobre a saudade, sobre dar valor ao outro ou como uma palavra pode salvar ou destruir alguém, sobre como um simples reciclar faz o mundo um lugar melhor pra viver. A semente foi plantada.

Mas a vida cobra sério e realmente não dá pra fugir – Charlie Brown Jr.

Hoje, anos depois, os três amigos que estavam à frente cresceram. Cada um em uma cidade diferente. Trabalhos diferentes, rotinas diferentes. Muito do que a gente tinha construído se perdeu com o tempo. Site fora do ar, registros fotográficos não salvos no HD. Mas, o mais importante a gente não perdeu: a fé em fazer algo diferente. A semente plantada e bem cuidada, um dia começa a germinar. E aqui estamos. Pra semear mais, pra convidar você a responder a essas perguntas com a gente. Daí, de onde você está lendo esse texto agora.

Talvez a procura por respostas a perguntas como as que a gente fez não deva parar nunca. Como ajudar ao próximo? Vamos tentando, sempre. Pra mim, isso é fazer valer. E pra você? Vamos encontrar mais respostas juntos?

 

Texto por Fernanda Spinosa.

20

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Sabrina Grecci disse:

    Fazer valer…
    É além de querer bem, é atitude de fazer o bem.
    São formas de fazer a diferença no mundo ou apenas no dia de alguém. E o que vale fazer a diferença? Vale a troca experiências, sentimentos e histórias compartilhadas, e… vale demais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *